Colunistas

Uma semana para o Dia Mundial do Rock

Créditos: Tiago Segabinazzi

Semana que vem, além de mais uma sexta-feira 13, é o Dia Mundial do Rock - uma data instituída em 1985 quando foi realizado um show beneficente em prol da Etiópia: o Live Aid, em que dezenas dos artistas de maior sucesso deste gênero musical tocaram simultaneamente em estádios da Filadélfia e de Londres.

Aquele foi um dos grandes momentos da história desse estilo, simbolizado, principalmente, pela performance de Freddie Mercury, vocalista de um dos grupos mais badalados da época, o Queen. Os shows tiveram audiência estimada de um bilhão e meio de pessoas, e isso representou o momento em que rock aparece estabelecido, aceito e festejado: uma grande instituição cultural. Logo o rock, que parecia sempre estar posicionado contra o que o rodeava.

Foi assim no início, quando surgiu nos Estados Unidos, mais ou menos em 1950, sob forte influência do blues e do R&B - ritmos vindos da cultura negra e pouco aceitos naquela sociedade. Começa ali um movimento que ultrapassa a música, uma revolução de costumes que iniciou com maior força no pós-guerra norte-americano e que ainda percebemos latejar hoje: valorização do corpo, da sensualidade, por exemplo. Um alvoroço porque Elvis Presley mexia os quadris.

Um frenesi que foi também uma ruptura geracional: pela primeira vez, provavelmente, a música era feita para jovens. A partir dos anos 1960, o rock passou a ser feito pelos jovens. Veio a Beatlemania, e logo depois a chamada "Invasão Britânica", quando o rock estava consolidado na Europa, e o movimento hippie: o auge da contracultura, com forte contestação à tradição ocidental. Uma década adiante, nos anos 1970, isso se tornaria ainda mais agudo com os punks, que iriam questionar até quem pode fazer música: só quem sabe tocar? É a cultura do faça-você-mesmo e da valorização do trabalho amador.

Na Univates FM 95.1, de 9 a 13 de julho, a programação terá essas e mais algumas histórias com rock 'n' roll 24 horas por dia. 


Tiago Segabinazzi

Comentários

VEJA TAMBÉM...