Colunistas

Docile reforça produção para Páscoa

Para a data, a Docile oferece um portfólio diversificado para a montagem de ninhos, cestas e lembrancinhas


Páscoa de guloseimas
Nem só de chocolate se faz a Páscoa. A Docile, indústria brasileira produtora de balas de gelatina, marshmallows, pastilhas, balas de goma, chicles e refrescos em pó, vê as guloseimas como grande aposta para a data e espera aumentar em 25% as vendas no período.
Para a data, a Docile oferece um portfólio diversificado para a montagem de ninhos, cestas e lembrancinhas. Como um incentivo às vendas no período, a empresa disponibiliza novas peças de comunicação dedicadas à temática da Páscoa e ações de degustações com promotores em distribuidores de doces e lojas de artigos para festas.
 
Em tempo
A Docile fabrica, por mês, mais de 2,2 milhões de quilos de suas guloseimas.
 
Loja de experiência
É com a proposta de oferecer experiências de compra - uma das grandes tendências do varejo - que a Maçã com Canela reinaugurou sua loja em Lajeado. No novo endereço de 350 metros quadrados, na Rua Pinheiro Machado, 390, a empresa colocou em prática vários novos conceitos de ambientação e vendas. 
Entre as novidades, uma loja sem caixa, onde a própria vendedora finaliza a compra via tablet e a nota fiscal é enviada instantaneamente por e-mail ou whatsapp, e um espaço gourmet para os clientes degustarem bolo e chá de maçã com canela, além de outros aperitivos diariamente. A empresa também preza pela questão ambiental e agora em diante itens como sacolas e etiquetas são oriundas de material reciclado.
 
A propósito
Com o projeto Moda em Movimento, entregas de mercadorias aos clientes serão feitas com bicicletas. Dois modelos no estilo retrô é que vão substituir o serviço costumeiramente feito com veículos movidos a combustível. 
Na sequência dessa reinauguração virão as franquias. As negociações com empresários de diferentes cidades do Estado já estão em andamento. Até o segundo semestre a primeira já deve ser aberta, possivelmente na Serra Gaúcha. 

Seleção de mestres
O programa Agentes Locais de Inovação (ALI) tem como foco promover a inovação nas pequenas empresas, a partir da atuação de bolsistas do CNPq capacitados pelo Sebrae. E o momento agora é de seleção de profissionais para atuar com a orientação de bolsistas de pesquisa no desenvolvimento de empreendimentos gaúchos. O edital está disponível no www.egaion.com.br  as inscrições vão até o próximo dia 22. 
A iniciativa promove ações de inovação em empresas das regiões Metropolitana, Sinos, Caí e Paranhana, Serra, Sul, Vales do Taquari e do Rio Pardo e Planalto. Os candidatos devem residir nessas regiões. Serão escolhidos mestres ou doutores que podem ser de diversas áreas de formação, como Administração, Ciências Contábeis, Design, Alimentos, Economia, Engenharias, Moda, Publicidade e Propaganda e Turismo, entre outras. 

Condomínio pronto
A Construtora Zagonel realizou a entrega das chaves dos apartamentos da Torre E do Parque Independência, em Santa Cruz do Sul. É a última etapa do condomínio residencial fechado que tem 163 apartamentos e três lojas, sendo 32 imóveis na Torre E. 
 
Em combate
A Zanshin Software, que tem matriz em Teutônia, está de malas prontas para o Japão. A missão por lá é conquistar mercado e fechar muitos negócios. 
A empresa tem como carro-chefe o DojoWeb, um software pensado exclusivamente para gestão de escolas de artes marciais. Através dele a Zanshin possui clientes no Brasil e já conquistou os primeiros clientes em Portugal. 
 
Em tempo
A viagem tem agenda em três cidades: Tóquio, Nagoya e Okinawa, incluindo Dojo de Karate. Esse último é o local onde se treinam artes marciais japonesas, cuja visitação tem o objetivo de aperfeiçoar o  DojoWeb. A intenção é, inclusive, abrir um escritório virtual no Japão, para uma versão em japonês do produto. Hoje ele é oferecido no idioma português e, em breve, ganhará também uma tradução para o inglês. 

Simone Rockenbach

Comentários

VEJA TAMBÉM...