Estado

Nota Fiscal Gaúcha contempla 42 entidades de proteção animal no primeiro repasse do ano

No Vale, três entidades foram beneficiadas


- Lidiane Mallmann/arquivo O Informativo do Vale

Porto Alegre - Os primeiros R$ 250 mil que serão repassados pelo programa NFG (Nota Fiscal Gaúcha) para área de proteção animal beneficiam 42 entidades. O rateio do valor obedece à pontuação que cada entidade alcançou no primeiro trimestre deste ano, a partir das indicações dos cidadãos cadastrados no programa. Responsável por mais seis mil novas adesões de pessoas participando da NFG desde que surgiu a novidade, a ONG Bicho de Rua, que atua em de Porto Alegre, liderou o rateio dos recursos neste período e receberá R$ 14 mil.

A Associação ONG dos Peludos, da cidade de Farroupilha, vem logo em seguida na mobilização na sua comunidade e terá direito a R$ 13 mil. Já Sopran (Sociedade de Proteção dos Animais de São Marcos), que está em atividade desde agosto de 2006, receberá R$ 12 mil pela pontuação que alcançou nos primeiros três meses do ano.

No Vale do Taquari, três entidades serão beneficiadas: a Aepa, em Etrela; Apam, em Lajeado e a Repraas, em Teutônia. 

Lista completa das entidades contempladas

 Ao longo de 2018, o governo do Estado destinou R$ 1 milhão como apoio financeiro às entidades que atuam na causa animal. A Secretaria da Fazenda está programada este primeiro para entidades para acontecer na segunda quinzena de junho.

A inclusão de uma nova modalidade, no entanto, não trouxe prejuízos nos repasses para as demais áreas. Apenas neste primeiro trimestre, será pouco mais de R$ 1,4 milhão para cada segmento de atuação (saúde, assistência social e educação), contemplando perto de 1.800 instituições. Desde sua criação, a NFG já distribui mais de R$ 175 milhões em apoio financeiro para as entidades cadastradas.

Entidades contempladas

Comentários

VEJA TAMBÉM...