Colunistas

Governador no Vale

Créditos: Fabiano Conte

>> Sob suspeita
** Matéria do programa Fantástico, da Rede Globo, veiculada no domingo passado, revelou um esquema envolvendo empresas terceirizadas contratadas por prefeituras do Rio Grande do Sul. Ex-funcionários denunciam que as empresas são utilizadas como cabides de empregos para acomodar indicados por políticos e seus aliados. Fraudes em licitações e até pagamento de propinas são algumas das suspeitas levantadas. A empresa de segurança Muhl, de Lajeado, é uma das investigadas. "Não tem prefeitura que, pra ti trabalhar, não tenha que dar uma mordidinha. Não existe", disse o empresário Valmor Muhl. A revelação merece esclarecimento. Até porque a empresa presta serviços em prefeituras da região.

** Fez bem a Prefeitura de Lajeado em chamar a empresa para dar explicação. A população precisa saber se aqui também tem "mordidinha". E, se tiver, os envolvidos precisam ser punidos. Administração se faz com transparência, moralidade e austeridade. Doa a quem doer.

>> Sem mimimi
** O deputado estadual e ex-secretário de Segurança, Enio Bacci, abriu o debate sobre segurança pública no Seminário RS tem solução, do pré-candidato ao governo do Estado pelo PDT, Jairo Jorge. Para Bacci, a solução é simples e passa pelo agente de segurança. "O 'mimimi' de que não tem dinheiro para segurança pública não serve. É preciso ter coragem para inovar e tirar do papel as ações necessárias para o enfrentamento ao crime", disse ele. Na foto, Bacci está com Jairo Jorge.

>> Tomando as dores
** Em um município do Vale do Taquari, uma postagem nas redes sociais rendeu muitos comentários. O prefeito teria demitido um funcionário pelo suposto envolvimento dele com a primeira-dama, sua chefe no setor em questão. A mulher do demitido "tomou as dores" e exigiu a demissão, também, da primeira-dama. A postagem foi apagada depois, mas o print já tinha sido feito, e o texto circula pelo Whatsapp.

>> Frota gorda
** As emendas parlamentares dos deputados federais viraram barganha de votos nos municípios. Os valores são repassados para diferentes finalidades. Entre os itens que mais aparecem estão máquinas e caminhões caçamba. Tem município que tem mais máquinas e caminhões no parque de máquinas do que motoristas e operadores.

>> Coligação
** Vilsinho Jacques acompanhou a reunião que selou a coligação entre PSDB e PTB para a disputa do governo gaúcho. O delegado Ranolfo Vieira Júnior será o vice de Eduardo Leite. Além dos tucanos e petebistas, a coligação terá o apoio de outras siglas partidárias, como o PSB. Outras ainda estão sendo costuradas. Vilsinho Jacques é pré-candidato a deputado estadual pelo PTB. Na última eleição, quando ainda estava no PMDB, concorreu a federal e fez mais de 17 mil votos, sendo dez mil somente em Lajeado.

>> Sabatina no partido
** O engenheiro e ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Lajeado, Douglas Sandri, lançou oficialmente, nesta semana, a sua pré-candidatura a deputado estadual pelo Partido Novo. Para postular o cargo, Sandri participou e foi aprovado em um processo seletivo da sigla - o Novo é único entre os 35 partidos do país que realiza uma seleção interna entre seus filiados para os cargos eletivos. Entre as ideias que defende estão o combate aos privilégios da elite estatal e reforma do Estado para que ele possa se concentrar em áreas essenciais e segurança pública.

>> Carinho
** A presença do governador José Ivo Sartori em Lajeado, semana passada, para a inauguração do ginásio de esportes da Escola Estadual Otília Correa de Lima proporcionou uma cena que comoveu muita gente. Sartori consolou uma menina em prantos. Ela não conseguiu participar do número do grupo de danças que se apresentou para o governador por que o par dela não apareceu. O governador foi consolá-la, sendo observado pelo deputado Edson Brum.

** Pensando bem, soa irônico gritar "rumo ao hexa" num país que nem rumo tem.

Comentários

VEJA TAMBÉM...