Colunistas

Como ganhar dinheiro

Se nosso povo aceita tão pacificamente a cobrança de tantas taxas e impostos, compreensivo que é, porque iria começar a espernear justo agora?


"Quando se fala sobre bancos e assaltos, pergunte logo: de fora pra dentro ou de dentro pra fora?" Millôr Fernandes (1924-2012)

Não há nenhuma dúvida, após a divulgação dos últimos balanços, de quem realmente sabe ganhar dinheiro no Brasil. Bradesco, Itaú, Unibanco e até o Banco Do Brasil como sempre tiveram grandes lucros recordes. Eu, que sempre fui a favor da liberdade econômica, do lucro e da iniciativa privada, resolvi entender como essas magníficas empresas conseguem lucros extraordinários enquanto nós meros mortais, só sabemos é reclamar. Após estudar longamente as técnicas que essas empresas usam para obter balanços tão robustos, finalmente entendi e resolvi mudar o meu modo de trabalhar. Hoje percebo de forma clara porque eles sabem ganhar dinheiro e eu não. Creio que com as mudanças que enumerarei abaixo, copiado das grandes corporações, finalmente passará a chover na minha horta.

A partir de agora, todo mês meus clientes passarão a pagar uma taxa pela existência do consultório. Entendam bem, essa taxa não dá direito a nenhum serviço extra, apenas serve para manutenção do consultório aberto em horário comercial. Utilizar o consultório durante o mês corrente gera uma cobrança extra, a taxa de utilização do consultório. Todos os clientes, sem exceção devem realizar o pagamento da primeira enquanto que a segunda será devida somente por todos aqueles que efetivamente o utilizarem. É uma questão de justiça.

As dúvidas sobre medicações, tratamentos, doenças e mesmo resultado e comentários sobre exames serão atendidas através de um número de contato 0300. Funcionará 24 horas e custará apenas uma módica quantia por minuto mais impostos. Haverá um leve acréscimo em feriados, sábados, domingos e após as 18h. Não vejo a hora de receber a primeira ligação.

Laudos e atestados serão cobrados por unidade, será a taxa de emissão de laudo ou atestado, de maneira análoga ao pagamento bancário de extrato de conta corrente. Meus clientes poderão optar, no entanto, por um pacote de serviços. Ele custa o triplo mas dá direito a dois atestados ou laudos por mês, uma ligação semanal para o 0300 de dois minutos e substitui a taxa de existência, de manutenção e de utilização do consultório. Claro que a segunda opção sai muito mais em conta.

Continuaremos aceitando cheques pré-datados para pagamento. Mas eles estarão sujeitos a uma taxa de abertura de crediário (parece-me desnecessário informar que se trata de uma operação de crédito) e uma taxa de confecção de cadastro. Obviamente tais cobranças se repetirão a cada novo cheque pré-datado emitido. Aceitamos também cartões de crédito de todos os tipos, mas seremos obrigados a repassar aos queridos clientes os valores cobrados por cada operadora bem como os impostos.

Como todos sabem cada paciente, digo cliente, possui um prontuário médico. Os novos clientes precisarão pagar uma taxa de abertura de prontuário que será cobrada apenas uma vez. Por sua vez a taxa de manutenção de prontuário será cobrada mensalmente.

Sabedores que a escolha do médico é uma opção do cliente (brilhante essa), manteremos um serviço de reclamações. Ele foi terceirizado com uma empresa de call-center (chique não é mesmo) de Goiânia e o número é o mesmo do 0300. Nosso cliente pode desabafar e falar o quanto quiser. A propósito, a tarifação será por minuto também.

Pacientes que necessitarem internação não precisam se preocupar. Eles necessitam pagar apenas uma taxa de deslocamento, diária é claro, apresentar-se ao hospital às 8h da manhã e aguardar até 72 horas pelo comparecimento do médico. Não estar no quarto na hora da visita gera uma nova taxa de deslocamento (essa eu aprendi com as seguradoras). Eta povinho esperto e bom de negócio que nem os bancos e as companhias de telefonia.

Claro que recebi conselhos de não seguir em frente, gente dizendo que a cultura arraigada de nosso povo não iria aceitar de bom grado novos procedimentos. No fundo é tudo gente sem imaginação, ciumenta e invejosa. Se nosso povo aceita tão pacificamente a cobrança de tantas taxas e impostos, compreensivo que é, porque iria começar a espernear justo agora?

 

 


Marcos Frank

Comentários

VEJA TAMBÉM...